Electron JS

 

 

Crie um aplicativo de desktop usando a tecnologia da Web (Javascript, HTML, CSS, Nodejs e mais), escrevendo o código javascript do zero usando o Electron.js como estrutura.

 

 

http://www.faztweb.com/curso/electron-primera-aplicaci%C3%B3n

https://github.com/FaztWeb/electron-products-test/blob/master/src/views/index.html

https://github.com/electron/electron-api-demos

 

http://photonkit.com/

 

 

 

 

API de sensor genérico – W3C

Cada vez mais, os dados dos sensores são usados ​​no desenvolvimento de aplicativos para permitir novos casos de uso, como geolocalização, contagem de etapas ou rastreamento de cabeças. Isso é especialmente verdadeiro em dispositivos móveis nos quais novos sensores são adicionados regularmente.

A exposição de dados de sensores à Web até agora tem sido lenta e ad-hoc. Poucos sensores já estão expostos à web. Quando eles são, muitas vezes é de maneiras que limitam seus possíveis casos de uso (por exemplo, expondo abstrações que são muito alto nível e que não funcionam bem o suficiente). As APIs também variam muito de um sensor para o outro, o que aumenta a carga cognitiva dos desenvolvedores de aplicativos da Web e diminui o desenvolvimento.

O objetivo da Generic Sensor API é promover consistência entre APIs de sensores, habilitar casos de uso avançados graças a APIs de baixo nível e aumentar o ritmo no qual novos sensores podem ser expostos à Web, simplificando a especificação e os processos de implementação.

Uma lista abrangente de sensores sólidos que são baseados na API do Sensor genérico, casos de uso aplicáveis ​​e exemplos de código pode ser encontrada nos documentos do [GENERIC-SENSOR-USECASES] e [MOTION-SENSORS] .

https://w3c.github.io/sensors/#high-level

Biblioteca Modernizr

O que é a Modernizr

Modernizr é uma pequena biblioteca Javascript que detecta a disponibilidade das novas características do HTML5 e CSS3 nos browsers. Muitas destas características já estão implementadas nos browsers, mas é muito chato você decorar quais novidades os browsers já estão suportando. O que a Modernizr faz é simples: ela te diz quais features um determinado browser suporta e insere classes no HTML para que você possa utilizar para fazer uma versão alternativa de visual ou solução.

Entenda que a Modernizr não é um sniffing de browser. Ela é diferente. A Modernizr faz o trabalho de detectar das seguintes formas:

  • Ela testa 40 features de CSS3 e HTML5 em alguns milisegundos.
  • Depois ela cria objetos javascript que contém os resultados destes testes.
  • Aí são adicionadas classes no elemento HTML descrevendo exatamente quais propriedades e novidades são ou não nativamente suportadas.
  • Depois disso você consegue ter os resultados descritos nos navegadores dinamicamente e então pode tomar decisões criando alternativas para aquelas propriedades não suportadas pelos browsers antigos.

 

 

 

 

 

Fontes:

 

https://tableless.com.br/utilizando-a-biblioteca-modernizr/

https://github.com/Modernizr/Modernizr

 

FrameTrail – Crie, Anote e Remix Vídeos interativos

FrameTrail é um software de código aberto que permite que você experimente, gerencie e edite vídeos interativos diretamente no seu navegador.
Permite-lhe hiperligar conteúdos fílmicos, incluir documentos multimédia adicionais (por exemplo, sobreposições de texto, imagens ou mapas interactivos) e adicionar materiais suplementares (anotações) em pontos específicos
Nos últimos 6 meses, o FrameTrail recebeu financiamento público pelo Ministério Federal da Educação e Pesquisa (BMBF), através do Prototype Fund, para desenvolver novas tecnologias e interfaces de anotação de vídeos . 
Desde então, muitas coisas mudaram, incluindo o formato de dados e até mesmo alguns dos conceitos fundamentais. A documentação e a página de demonstração ainda não foram atualizadas, então espere mais algumas semanas até começar a trabalhar com a nova versão (bis dahin wird endlich auch die Website auf Deutsch übersetzt sein). 
Se você quiser experimentar o FrameTrail imediatamente, baixe a versão DEVELOPMENT do GitHub.
Uma coisa não mudou: extraia o arquivo zip, faça o upload para o servidor e está pronto para ir.





Características

Documentos baseados no tempo

Use qualquer arquivo de vídeo ou mesmo um vídeo vazio com um comprimento definido como base para a sincronização.

Fragmentos de vídeo vinculados

Crie redes não-lineares de fragmentos de vídeo (Hypervideos) que possam ser navegadas livremente pelo usuário.

Superposições interativas

Coloque documentos no topo do vídeo (por exemplo, texto, imagens, páginas da web ou mapas interativos) e decida como e quando eles devem ser exibidos.

Anotações multimídia

Adicione materiais suplementares em certos pontos do tempo e compare aqueles com as linhas de tempo de anotação de outros usuários.





Videos interativos não são novidades : https://en.wikipedia.org/wiki/Interactive_movie (na verdade antes dos laser discs já se tinham iniciativas)
Projeto interessante:
https://github.com/OpenHypervideo/FrameTrail

Uma proposta de padronização:
https://github.com/memex/trails-proposal

Mas acredito que o 1º passo a ser dado com o frametrail é ter um player como o soundcloud dos videos.
 O objetivo é ter um player como esse:

 

L.IVE: Um ambiente de aprendizagem interativo baseado em vídeo integrado

Existem inúmeras iniciativas e estudos sobre interfaces (e interatividade nos atuais “live”), segue um exemplo:

 

Apresentamos o L.IVE: um ambiente de aprendizagem em linha interativo baseado em vídeo com um design e arquitetura alternativos que integrais três principais componentes de interface: vídeo, tópicos de comentários e avaliações. Isso contrasta com a abordagem das interfaces existentes que separam visualmente esses componentes. Nosso estudo, que compara L.IVE com ambientes de aprendizagem populares em vídeo baseados em vídeo, sugere vantagens nesta abordagem integrada, em comparação com a abordagem separada na aprendizagem.

 

FONTE:

http://sisdipe.com.br/i-educar/interno/player.php

https://frametrail.org/