Guia prático de HTML5

 

Introdução
Definições iniciais
HTML são siglas de Hypertext Markup Language.
A tradução em bom português é Linguagem de Marcação de Hipertexto. É uma linguagem usada para criar páginas paraWeb e com ela é possível criar as marcações no conteúdo de uma página.Uma página da web pode possuir itens como imagens, parágrafos, títulos, subtítulos,vídeos, tabelas, listas etc. E para criar cada um deles utilizamos elementos HTML queirão marcar e definir o tipo de item em questão. Esses elementos HTML são chamados de tags.Assim, existem tags para criar parágrafos, títulos, para definir imagens, quebra delinhas, enfim, para tudo que for feito em uma página web existe uma tag específica.Exemplos: para criar um parágrafo utiliza-se a tag <p>; para carregar uma imagem na página há a tag <img>; para criar tabelas há a tag <table>; para títulos existe a tag <h>;entre várias outras.Como é possível observar, tags são digitadas entre os sinais
menor que  (<) e maior qu (>). Grande parte das tags precisa, quando utilizada, ser fechada. A tag defechamento utiliza o caractere barra (/). Veja abaixo o exemplo do uso da tag <p> para definir um parágrafo.
<p> Curso de HTML5 – Com Silvio Ferreira </p>
Aqui há a tag <p> definindo um parágrafo, o texto (Curso de HTML5 – Com SilvioFerreira) e o fechamento da tag com o uso de </p>. O fechamento da tag é necessário para definir onde termina o parágrafo. Não é toda tag que precisa ser fechada. Por exemplo: a tag <br> é usada para definir uma quebra de linha. Ela não precisa ser fechada. Apenas define uma quebra de linha. No decorrer do livro há explicações detalhadas sobre o uso de diversas tags.
Tags, atributos e valores Uma tag pode possuir atributos e valores. Vejamos como exemplo o uso da tag<table> que é utilizada para criar tabelas:
<table border=”1”>
html5

LINK PARA DOWNLOAD: Clique Aqui

Senha: HTML5

 

Bootstrap 3.3.5

Este livro tem por objetivo fornecer aos profissionais envolvidos com o desen-volvimento para a web os conceitos fundamentais e as técnicas de programaçãonecessárias ao desenvolvimento de interfaces responsivas com uso do frameworkBootstrap.

bootstrap-3-3-5

Para quem foi escrito este livro

Este livro foi escrito para aquelas pessoas envolvidas na criação de sites tanto naárea de design quanto na de desenvolvimento e programação, que desejam usarum framework mundialmente consagrado para criar interfaces usáveis e acessíveisem qualquer dispositivo, independentemente de suas características, isto é, quese adaptem às mais variadas resoluções de tela.O objetivo do livro é fornecer informações detalhadas dos componentes do fra-mework Bootstrap, estudando seus princípios e detalhando as funcionalidadesprevistas não somente pelo core (coração) do framework como também por cadaum dos seus componentes. Explicações teóricas em linguagem corrente e clara,dispensando, sempre que possível, o jargão técnico avançado são acompanhadasde exemplos práticos explicados passo a passo e complementados por arquivoHTML para consulta.Para tirar o máximo proveito dos ensinamentos contidos em cada capítulo é pré--requisito um razoável conhecimento de marcação HTML e das CSS e da criaçãode folhas de estilo. É desejável que o leitor tenha conhecimentos necessários paracriar, com uso daquelas duas tecnologias, um layout simples de duas colunas.Os conceitos e o entendimento das técnicas de desenvolvimento de interfacesresponsivas são poderosas ferramentas de apoio na criação de sites mais aces-síveis, enriquecendo a experiência do usuário. Profissionais da área de design,amiliarizados com as técnicas aqui descritas, contarão com uma valiosa fontede conhecimento e conceitos a empregar no planejamento das funcionalidadespara incrementar suas criações, tornando-as universais.

LINK PARA DOWNLOAD: Clique Aqui

Senha: BOOTSTRAP

APLICAÇÕES MOBILE COMCORDOVA E PHONEGAP

Ao pensar em construir aplicativos mobile, é importante pensarem quais plataformas atacar. Android domina o mundo dos smartphones no mundo e, principalmente, no Brasil. iOS é bastante usado, ainda mais nas classes sociais mais altas, o que rende usuários de maior poder aquisitivo. Windows Phone é uma boa terceira opção, em franco crescimento. E há ainda BlackBerry, Tizene outros.Como desenvolver aplicativos para esse mundo mobile diverso?As plataformas nativamente oferecem a possibilidade de criar aplicativos. Usando o Android SDK e a linguagem Java, podemos desenvolver para o sistema do Google. A Apple oferece ferramentas para iOS e permite usar Objective-C ou Swift. No Windows Phone,usamos C# e toda suíte de desenvolvimento Microsoft. Cada plataforma tem sua combinação de linguagem e, principalmente,APIs específicas.A maior parte das plataformas permite usar C++,essencialmente pensando em jogos. Porém, as APIs e as bibliotecas,mudam bastante. Mesmo usando uma linguagem comum, é muito difícil escrever aplicações nativas multiplataforma.É um problema que não existe na Web. Uma página web bem construída, usando os padrões, é multiplataforma e suporta todos  esses cenários com um só código. HTML, CSS e JavaScript são linguagens padronizadas com APIs padronizadas que funcionam em todo lugar. Mas, não são uma App. Não são instaláveis, não se integram aos recursos avançados de hardware, não expõe recursos dos SDKs nativos. Muitas vezes, é o suficiente, mas e se precisamos de uma App?

 

aplicacoes-mobile-com-cordova-e-phonegap

LINK PARA DOWNLOAD: Clique Aqui

 

AZURE – Coloque suas Plataformas e Serviços no cloud

A quem se destina este livro?

Este livro é destinado principalmente aos desenvolvedores familiarizados com a plataforma .NET e aos que querem aprender autilizar a plataforma de computação em nuvem Microsoft Azure.Não se preocupe caso você ainda não tenha muita experiência, isso se adquire com prática e, com algum tempo de estudo, você já conseguirá publicar seus aplicativos web no Azure e usufruir dos serviços integrados que ele oferece.Os códigos foram escritos em C# utilizando a versão 2.5 doSDK. Programadores Java, PHP, Node.js, Python e Ruby poderão usufruir destes exemplos, dado que todas essas linguagens possuem SDK para Azure, disponível gratuitamente para download em

Azure-Coloque-Suas-Plataformas-E-Servicos-No-Cloud
LINK PARA DOWNLOAD: Clique Aqui
Senha: AZURE

JQUERY – Desenvolva Interfaces para Múltiplos Dispositivos

Esta obra tem como objetivo abordar o uso da biblioteca jQuery Mobile, que é amplamente utilizada para o desenvolvimento de websites que são visualizados em um dispositivo móvel, geralmente um celular ou tablet. Apesar de termos ferramentas para o
desenvolvimento nativo, como Android e iOs, existem sites e sistemas que devem ser visualizados no browser, e este livro aborda esse processo como criar sistemas para serem exibidos no navegador.
Como biblioteca escolhemos o jQuery Mobile que possui recursos suficientes para a criação de sistemas, além de ser mantido pela mesma equipe que contribuiu com um dos maiores avanços na web nos dias de hoje, que é o jQuery.
O livro possui como principal público-alvo os desenvolvedores que desejam criar websites e aplicações para dispositivos mobile, utilizando as linguagens HTML e JavaScript para o desenvolvimento.
Como pré-requisitos, o leitor deve conhecer um pouco de HTML, CSS e JavaScript. Alguns programas também serão utilizados ao longo desta obra, como o Node e o npm, então é
necessário que você tenha um pouco de conhecimento no console do Windows/Linux/Mac.

jquery-desenvolva-telas

LINK PARA DOWNLOAD: Clique aqui

Senha: JQUERY

Inteligência Artificial – Stuart Russell, Peter Norvig; tradução Regina Célia Simille.

A inteligência artificial (IA) é um grande campo, e este é um grande livro. Tentamos explorar toda a extensão do assunto, que abrange lógica, probabilidade e matemática do contínuo, além de percepção, raciocínio, aprendizado, ação e, ainda, tudo o que se refere à eletrônica, desde dispositivos microeletrônicos até robôs para exploração planetária. O livro também é grande porque nos aprofundamos na apresentação de resultados. O subtítulo deste livro é “Uma Abordagem Moderna”. O significado pretendido dessa frase um tanto vazia é que tentamos sintetizar o que hoje é conhecido numa estrutura comum, em vez de tentarmos explicar cada subcampo da IA em seu próprio contexto histórico. Pedimos desculpas àqueles que trabalham em subcampos, que, como resultado, receberam menos reconhecimento do que deveriam.

inteligencia-artificial-3-edicao

Novidades desta edição

Esta edição capturou as mudanças em IA que tiveram lugar desde a última edição em 2003. Houve aplicações importantes de tecnologia de IA, tais como a implantação generalizada da prática de reconhecimento de fala, tradução automática, veículos autônomos e robótica de uso doméstico. Houve marcos em algoritmos, como a solução do jogo de damas, e um significativo progresso teórico, particularmente em áreas como a do raciocínio probabilístico, aprendizado de máquina e visão computacional. Mais importante, do nosso ponto de vista, é a evolução contínua na maneira como pensamos sobre essa área e, dessa forma, como organizamos este livro. As principais mudanças foram as seguintes: • Colocamos mais ênfase em ambientes parcialmente observáveis e não determinísticos, especialmente nas configurações não probabilísticas de pesquisa e planejamento. Os conceitos de estado de crença (um conjunto de mundos possíveis) e estimação de estado (manutenção do estado de crença) foram introduzidos nesta versão; mais adiante, adicionamos probabilidades. • Além de discutir os tipos de ambientes e tipos de agentes, agora cobrimos com mais profundidade os tipos de representações que um agente pode utilizar. Distinguimos entre representações atômicas (em que cada estado do mundo é tratado como uma caixa-preta), representações fatoradas (em que um estado é um conjunto de atributos/pares de valor) e representações estruturadas (em que o mundo consiste em objetos e relações entre eles). • Nossa cobertura do planejamento aprofundou-se sobre o planejamento contingente em ambientes parcialmente observáveis, incluindo uma nova abordagem para o planejamento hierárquico. • Adicionamos um novo material de modelos probabilísticos de primeira ordem, incluindo modelos de universo aberto para casos de incerteza quanto à existência de objetos. • Reescrevemos totalmente o capítulo introdutório de aprendizado de máquina, salientando uma variedade ampla de aprendizagem mais moderna de algoritmos, colocando-os em um patamar teórico mais consistente. • Expandimos a cobertura de pesquisa na Web e de extração de informações e de técnicas de aprendizado a partir de conjuntos de dados muito grandes. • 20% das citações desta edição são de trabalhos publicados depois de 2003. • Estimamos que 20% do material é novo. Os 80% restantes refletem trabalhos mais antigos, mas foram amplamente reescritos para apresentar uma imagem mais unificada da área.

LINK PARA O LIVRO: CLIQUE AQUI.

Senha: TURING

A filosofia de Plotino – PDF

Baixar

Las páginas que siguen reproducen, casi sin variantes, las lecciones de un curso expuesto en la Sorbona durante el invierno de 1921-1922, en la forma que las publicó la Revue des Cours et Conférences. No desarrollan en su totalidad la filosofía dePlotino; he omitido cuestiones importantes concernientes al mundo sensible, la naturaleza, la materia,el mal en sus relaciones con la materia. Es decir, helimitado mi estudio a lo que Plotino llama, en general, lo inteligible; me he detenido allí donde, según expresión suya, “se detienen las cosas divinas”, es decir el alma, más allá de la cual sólo existen el desorden y la fealdad de la materia. Sin embargo, he conservado el título de Filosofía de Plotino para designar el estudio de las “cosas divinas” —lo Uno, la Inteligencia y el Alma— por creer que allí se encuentra el corazón de su pensamiento. Esas cosas divinas son la querida, patria a la que debe retornar el Ulises que es el alma errante en el mundo sensible, y que, lo mismo que Ulises, debe sustraerse a la seducción de las cosas sensibles, a los atractivos de Circe.