Clara Schumann

clara

 

Destacou-se não só por isso, mas também pela performance de compositores românticos da época, como Chopin e Carl Maria Von Weber.

Na adolescência iniciou um romance com Robert Schumann que na época era aluno de seu pai. Ao tomar conhecimento da ligação de Robert e Clara, Wieck ficou furioso, pois Robert tinha problemas com a bebida, o fumo e crises depressivas. Preocupado com o futuro da filha, proibiu a relação. A conseqüência foi uma longa batalha judicial, em que, após um ano de litígio, Schumann conseguiu a permissão para desposar Clara, após ela completar 21 anos.

Depois do casamento, Clara e Robert começaram uma longa colaboração, ele compondo e ela interpretando e divulgando suas composições. Clara continuou a compor, mas a vida em comum era complicada, pois ela foi forçada a parar a carreira por diversos períodos, devido às 8 gestações e, apesar de Schumann aparentemente encorajar sua criação musical, ela abdicou muitas vezes de sua carreira como compositora para promover a do marido. A situação era agravada por várias diferenças entre o casal: Clara adorava turnês, Robert as odiava; ele precisava de silêncio e tranquilidade para praticar, o que significa que Clara ficava em segundo plano, pois somente após o estudos do marido ela poderia ter suas horas de estudo.

Outro problema eram as constantes crises nervosas do marido, que fizeram Clara assumir as responsabilidades familiares sozinha. A pior crise de sua vida aconteceu quando Schumann entrou em depressão crônica, o que obrigou a família a interná-lo num manicômio, onde ficou por dois anos, até sua morte. Após 14 anos de casamento, Clara ficou sozinha com os filhos, tendo que dar aulas e apresentações para sustentar a família.

A partir daí, ironicamente, ela ficou livre para compor e dar concertos, e sua carreira finalmente se desenvolveu. A amizade comJohannes Brahms foi o principal sustentáculo nesse período, o que deu margem a fofocas de que os dois teriam um romance. Foram anos de colaboração mútua, já que os dois artistas eram defensores ferrenhos da estética romântica ligada a um padrão mais formal, e opositores de Wagner e Liszt. A amizade durou até o final da vida de Clara.

Durante certo período, Clara sofreu de uma síndrome de dor crônica, atribuída aos excessos de treinos na tentativa de executar as obras orquestrais de Brahms.1 . O tratamento multimodal realizado à época foi bem sucedido e Clara pode continuar sua carreira. Os últimos anos da compositora foram marcados por uma brilhante carreira como professora e o reconhecimento como concertista.

No dia de seu 193º aniversário, o Google promoveu um logotipo especial na sua página inicial. Google celebra 193º aniversário de Clara Schumann com Doodle

clara_schuman-2012-hp

Anúncios

Programa Vitrola Livre nº-68

Edição com as atrações do festival Back2Black traz Criolo, Mulatu Astatke, Emicida, Jorge Ben, Linton Kwesi Johnson e mais

Com Débora Pill e Eugênio Lima

01 – Sabali, com Amadou & Mariam
02 – Subirusdoistiozin, com Criolo
03 – Yegelle Tezeta, com Mulatu Astatke
04 – Volúpia, com Emicida
05 – No Love, com Roots Manuva
06 – Conexão Alto Vera Cruz, com Flavio Renegado
07 – Take it easy my brother Charles, com Jorge Ben
08 – Quem Mandou (Pé na Estrada), com Gil e Jorge
09 – Ébano, com Luiz Melodia
10 – Hurricane Blues, com Linton Kwesi Johnson

BG1 – Real, com Macy Gray
BG2 – Domingou, com Gilberto Gil
BG3 – Desabafo, com Marcelo D2
BG4 – Alguém me avisou, com Mart’nália

 

 

Chico César – Beleza Mano [1997]

•Chico César – Beleza Mano [1997]

Faixas:
1. Chaga (Chico César)
2. Sinal (Chico César)
3. Neprocissão (Chico César)
4. Neném (Chico César e Tata Fernandes)
5. Onde Estará o Meu Amor (Chico César)
6. Sanfoninha (Chico César)
7. Se Você Viajar (Chico César)
8. Papo Cabeça (Chico César)
9. Duas Imagens (Chico César e Lúcio Lins)
10. Solidariedade (Chico César)
11. Feixe (Chico César)
12. Carinho de Carimbó (Jarbas Mariz e Chico César)
13. Perto Demais de Deus (Chico César)
14. Parentes (Chico César e Tata Fernandes)
15. Beleza Mano (Chico César)
16. Paraíba Meu Amor (Chico César)
17. Estranho (Chico César)
18. Espinha Dorsal do Mim (Chico César)
19. Últimas Palavras do Anjo Diluidor (Chico César)

por Nilton Felipe Postado em Músicas