Jetson TX2 – Plaquinha da Nvidia voltada para inteligência artificial

Não é um drone, um robô pequeno ou uma câmera com reconhecimento facial. Mas pode ser: a Nvidia está lançando o Jetson TX2, um computadorzinho que lembra o Raspberry Pi, mas que oferece o grande diferencial de ser focado em inteligência artificial. O dispositivo pode ser empregado em diversos tipos de projetos que precisam de alguma sofisticação, portanto.

Para tanto, o Nvidia Jetson TX2 sai de fábrica uma combinação bastante respeitável de recursos que, por sinal, representa uma grande evolução em relação ao Jetson TX1 (anunciado no final de 2015): processador de 64 bits com dois núcleos Cortex-A57 e outros dois Nvidia Denver 2, GPU de 1,3 GHz com arquitetura Pascal de 256 núcleos, 8 GB de RAM e 32 GB para armazenamento interno.

No aspecto da conectividade, o dispositivo vem com Wi-Fi 802.11ac e Bluetooth 4.1, além de suportar portas USB 2.0, USB 3.0, HDMI 2.0, Gigabit Ethernet, entre outros padrões.

Segundo a Nvidia, o Jetson TX2 tem praticamente o dobro da potência do Jetson TX1. E isso tudo vem acompanhado de mais eficiência no consumo de energia: são 7,5 W contra 10 W da geração anterior.

Com tamanho poder de fogo, essa plaquinha de 50 x 87 mm pode ser empregada em projetos de automação industrial, câmeras inteligentes, drones para filmagens profissionais, sistemas de monitoramento auxiliados por sensores e por aí vai. A Nvidia destaca que o Jetson TX2 consegue, por exemplo, decodificar imagens de duas câmeras trabalhando com 4K e 60 frames por segundo.

Na apresentação do produto, a Nvidia ressaltou que o Jetson TX2 pode atingir a taxa de 1,5 teraflop. De modo geral, a ideia é permitir que o equipamento baseado na placa execute tarefas de inteligência artificial, redes neurais, reconhecimento de voz e afins in loco, ou seja, sem depender exclusivamente de servidores externos ou serviços nas nuvens.

Não é por acaso que a Nvidia também anunciou o JetPack 3.0, um SDK para desenvolvimento de aplicações de inteligência artificial que traz suporte aos drivers gráficos mais recentes e a APIs para redes neurais, como TensorRT 1.0 e cuDNN 5.1.

É lógico que tudo isso faz o Jetson TX2 ser bem mais caro que outras plaquinhas que encontramos por aí: o kit do dispositivo entrou em pré-venda nos Estados Unidos pelo preço de US$ 599. As entregas começam neste mês.

JAVA Agent Development Framework

JADE (Java Agent DEvelopment Framework) é um software Framework totalmente implementado na linguagem Java. Ele simplifica a implementação de sistemas multi-agente através de um meio-ware que está em conformidade com as especificações do FIPA e através de um conjunto de ferramentas gráficas que suportam as fases de depuração e implantação. Um sistema baseado em JADE podem ser distribuídos em máquinas (que nem sequer precisam compartilhar o mesmo sistema operacional) ea configuração pode ser controlada através de uma GUI remoto . A configuração pode ser alterada mesmo em tempo de execução movendo agentes de uma máquina para outra, como e quando necessário. JADE é completamente implementado em linguagem Java eo requisito de sistema mínimo é a versão 5 do JAVA (o ambiente de tempo de execução ou o JDK).

Além da abstração agente, JADE fornece uma simples, mas poderosa execução de tarefas e modelo de composição, peer to peer comunicação do agente com base na mensagem assíncrona passando paradigma, um serviço de páginas amarelas de apoio publicar inscrever mecanismo de descoberta e muitas outras características avançadas que facilita o desenvolvimento de uma Sistema distribuído.

Graças à contribuição do projecto LEAP, versões ad hoc de JADE existem projetado para implantar agentes JADE transparente em diferentes ambientes orientados para Java, como dispositivos Android e J2ME-CLDC MIDP 1.0 dispositivos.
Além disso, podem ser especificadas configurações adequadas para executar agentes JADE em redes caracterizadas por conectividade parcial incluindo NAT e firewalls, bem como cobertura intermitente e alterações de endereço IP.

JADE é um software livre e é distribuído pela Telecom Italia , titular dos direitos de autor, em código aberto sob os termos e condições da licença LGPL (Lesser General Public License versão 2). Além da equipe JADE, no entanto, uma comunidade bastante grande de desenvolvedores se reuniram em torno da JADE Framework nestes anos. Qualquer pessoa que esteja disposta a contribuir para esta comunidade, relatando bugs, fornecendo correções e contribuições ou simplesmente comentários e sugestões, é mais que bem-vinda.

Telecom Italia reconhece que este projecto é parcialmente suportado pelo MIUR italiana através do Te.SCHe.T. Projeto.