A aristocracia operária

” A aristocracia operária significa o surgimento de um setor da classe operária que passa a ser mais maleável as pressões do capital e que mais facilmente é  cooptado por ele. Todavia, este surgimento não decorre de uma alteração das relações de produção e, portanto, não significa o surgimento de uma nova classe, nem implica na que a determinação essencial da classe operária tenha sido alterada.

Pyramid_of_Capitalist_System

A aristocracia operária é  parte da classe operária, e não uma nova classe. A crítica de Mandel (1964) a Baratt Brown, neste particular, é  precisa: a aristocracia operária faz parte do movimento operário, e nele se distingue politicamente do restante da classe. As implicações ontológicas e políticas aqui são vastas…Um corpo desorganizado não tem porta-voz autorizado nem um programa definido; suas reclamações e exigências são frequentemente vagas e impalpaveis: é  mais possível que seja arrastada por um impulso irracional; que se mova no momento errado e na direção errada.”
(Jones, 1971:317, nota 8)

Publicado do WordPress para Android

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s